Aposta na agricultura

A Faculdade de Ciências Agrárias da UniLurio encontra-se no polo de Niassa, no posto administrativo de Unago, a 60 quilometros da cidade de Lichinga. Abriu as suas portas em 2009 na cidade de Lichinga nas instalações do IFAPA enquanto construía o seu campus em Unango, onde o Presidente Samora Machel sonhou em colocar uma cidade.

A faculdade ministra os cursos de Engenharia em Desenvolvimento Rural e Engenharia Florestal, com cerca de 270 estudantes.

Em 2012, passou para o seu campus de Sanga com uma área de 247 hectares. O campus tem residência para todos estudantes, docentes e Corpo Técnico Administrativo. Possui um arboreto para preservar a biodiversidade e realização de aulas práticas.

Para garantir a qualidade de ensino 4 docentes estão em formação no nível de Doutoramento e 9 e de mestrado em diferentes áreas e universidades nacionais e estrangeiras. Quanto a proveniência dos docentes alguns docentes são de nacionalidade portuguesa, cubana e congolesa.

O clima e solos de Unango são favoráveis para a prática da actividade agro-pecuárias. As principais culturas produzidas são o milho, feijões, batata-doce e reno, mandioca, hortícolas; desenvolve-se a criação de gado bovino, caprino e suíno.

PROGRAMA UM ESTUDANTE, UMA FAMILIA

A Faculdade, assiste as famílias rurais noprograma “um estudante uma família” visando trocar experiencia entre o estudante e a família, por outro lado, essa intervenção minimiza o défice de extensionistas na província de Niassa.

Omodelo assemelha-se ao programa Escola na Machamba do Camponês (FFS ou EMC),pois este modelo permite envolver directamente os camponeses e extensionistas nas actividades de pesquisa e de experimentação agrícola no campo, permite aos camponeses aprender a resolver os problemas que enfrentam no seu quotidiano, adquirirem confiança e auto-estima.

As actividades de campo são realizadas duas vezes por ano, sendo, duas semanas em Março e duas semanas em Outubro, dependendo do calendário académico. O estudante participa em todas actividades desenvolvidas pelas famílias, devendo transmitir novas praticas que garantem o aumento da renda e bem-estar da familiar.

Versão-Impressa


Editorial

O que fazer com tanta madeira apreendida?
domingo, 23 abril 2017, 00:00
O Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural (MITADER) desencadeou há poucos meses uma mega-operação de fiscalização das áreas de corte,... Leia Mais

Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 215 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador