Arrancam amanhã exames de admissão

Cerca de vinte e um mil candidatos a ingresso à Universidade Eduardo Mondlane (UEM), maior universidade do país, serão submetidos, a partir de amanhã, segunda-feira, até à próxima sexta-feira, dia 13, em todo o país, aos exames de admissão para ocupar cinco mil e duzentas e sessenta e cinco vagas, existentes naquela instituição de ensino superior para o presente ano lectivo de 2017.

As provas vão decorrer nos períodos da manhã (7:30 horas) e da tarde (13:30). Para amanhã estão agendados os exames de Desenho, Língua Inglesa (manhã), Biologia e Inquérito Sociolinguístico (tarde). Na terça-feira realizar-se-ão os exames de Português I (manhã), Geografia e Física (tarde).

Na quarta-feira as provas serão de História no período da manhã, Filosofia e Química para à tarde. Na quinta-feira haverá exames de Matemática e Língua Francesa por volta das 7:30 horas e Português II as 13:30 horas. Por fim, na sexta-feira, irão decorrer provas escritas e praticas para os cursos de Música e Teatro.

Os cursos mais concorridos são os mesmos em relação a 2016. Trata-se da Medicina, Contabilidade e Finanças, Direito, que contam com 37 candidatos por vaga; Administração Pública, com 1711 candidatos e cerca de 34 candidatos por vaga, e Economia com cerca de 26 candidatos por vaga.

No entanto, 73 por cento dos candidatos são da cidade e província de Maputo, contra 75% do ano transacto, seguidas de Gaza e Inhambane que contam com seis por cento cada ( um por cento a mais em comparação com 2016), enquanto as províncias de Tete e Niassa são as que apresentam menor número de candidatos, cada uma delas com aproximadamente um por cento.

No total das 5265 vagas, 3015 são para os cursos em período laboral, contra os 2930 disponibilizados em 2016. O regime pós-laboral teve uma redução, estando disponíveis 1730 vagas, menos 45 comparativamente ao ano passado. Para o ensino à distância, existem 520 vagas disponíveis.

No ano passado, concorreram para aquela instituição pública de ensino superior cerca de 20 mil concorrentes para ocupar 5065 vagas disponíveis.

A Unizambeze e Unilúrio avaliam igualmente a partir de amanhã os seus candidatos.

 

Em relação ao género, mantém-se o cenário do ano transacto, com percentagem repartida de forma quase equitativa. Cerca de 49% são do género feminino e 51% do masculino. 

DETECTORES DE APARELHOS ELECTRÓNICOS

Segundo Maida Khan, Directora Pedagógica da UEM, os candidatos devem consultar pessoalmente e com antecedência as salas de realização dos exames na página da UEM ou através da página de Pré-registos. Sendo que devem se fazer presentes às salas dos exames até 7:30 horas para as provas que decorrem no período da manhã e as 13:30 horas para os da tarde. 

“Os concorrentes devem estar munidos de documentos de identificação válidos, lápis, borracha e caneta de tinta azul ou preta. Não devem levar consigo qualquer outro artigo incluindo celulares e máquinas de calcular ou outros dispositivos electrónicos cuja utilização é considerada fraude”, disse.

Salientou ainda que“serão usados em todo o país detectores de todos aparelhos electrónicos. Pelo que se deve cumprir com os procedimentos e evitar qualquer tentativa de levar os dispositivos proibidos. Pois isso resultará também em penalizações conforme previsto no edital”. 

Na Cidade de Maputo os exames decorrem no Campus da UEM, na Faculdade de Direito, Na Faculdade de Medicina e Engenharia, na Universidade Pedagógica, no Campus de Lhanguene, na Escola Secundária de Lhanguene e na Escola Secundária Josina Machel.

A Escola Superior de Negócios e Empreendedorismo de Chibuto e a Escola Secundária Joaquim Chissano, em Xai-Xai, são os locais escolhidos em Gaza. Já em Inhambane as provas serão na Escola Superior de Hotelaria e Turismo e na Escola Primária Completa Terceiro Congresso. Em Manica, na Cidade de Chimoio, os exames vão realizar-se na Escola Secundária Samora Machel.

Em Sofala, a Universidade Zambeze, Campus de Matacuane, a Escola Secundária Samora Machel e Escola Secundária Mateus Sansão Mutema, na Beira, são os locais onde se realizarão os exames. Sendo que, na Zambézia serão feitas na Escola Secundária 25 de Setembro e na Escola Primaria Completa de Sinapura.

Na província de Tete os exames decorrerão na Escola Secundária de Tete e em Nampula, na Universidade de Lúrio, nas faculdades de Ciências e Saúde e Arquitetura em Marrere, também na Faculdade de Ciências e Saúde em Faína, na Escola Secundária de Muatala e Escola Secundária de Nampula.

A Escola Secundária de Pemba será o local da realização dos exames na província de Cabo Delgado, e, finalmente, em Niassa é na Escola Secundária Paulo Samuel Kankhomba onde os concorrentes serão examinados.

Versão-Impressa


Editorial

O que fazer com tanta madeira apreendida?
domingo, 23 abril 2017, 00:00
O Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural (MITADER) desencadeou há poucos meses uma mega-operação de fiscalização das áreas de corte,... Leia Mais

Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Temos 213 visitantes em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador