Subiu para nove o número de detidos preventivamente, em Moçambique, por suspeitas de terem beneficiado de parte do dinheiro resultante da contratação de dívidas não declaradas, com a detenção ontem de Dambi Guebuza, filho do antigo Presidente da República.

Com efeito, Dambi Guebuza junta-se a outros cidadãos detidos na quinta e sexta-feira, nomeadamente Elias Moiane, Sérgio Namburete e Sidónio Sitoe.

Na quinta-feira, a Procuradoria-Geral da República (PGR) promoveu a prisão de Gregório Leão, antigo director do SISE (Serviço de Informação e Segurança do Estado); António do Rosário, presidente do Conselho de Administração das empresas ProIndicus, Ematum e MAM; Teófilo Nhangumele, tido como a peça-chave no projecto das dívidas ilegais; Inês Moiane, antiga secretária particular de Armando Guebuza; e Bruno Tandane. 

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 147 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas