Cento e oitenta crianças são internadas anualmente na Pediatria do Hospital Central de Maputo (HCM), padecendo de icterícia, uma patologia que se manifesta geralmente durante a primeira semana de vida dos bebés.

Os médicos admitem que a patologia representa, hoje, um dos problemas mais frequentes no período neonatal e corresponde à expressão clínica de hiperbilirrubinemia, ou seja concentração elevada de bilirrubina, responsável pela, dentre outros efeitos, cor amarelada da pele.

A doença, atingindo o cérebro, pode causar sequelas na criança, afectando o movimento dos membros, a audição ou a fala. 

Texto: Luísa Jorge

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 183 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas