Um total de 79 estrangeiros de diversas nacionalidades foi impedido de entrar no território moçambicano, de 13 de Dezembro a 8 De Janeiro corrente, devido a irregularidades de vária ordem, de entre as quais o porte de vistos falsos.

Falta de clareza quanto aos motivos da vinda a Moçambique e falta de meios de subsistência são algumas das irregularidades detectadas pelas autoridades.

Das diversas nacionalidades, destacam-se 13 egípcios, 11 nigerianos e oito camaroneses. Os dados foram revelados, sexta-feira, no posto administrativo de Ressano Garcia, distrito de Moamba, província meridional de Maputo, durante a cerimónia de encerramento da “Operação Bwerane”.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 149 visitante(s) ligado(s) ao Jornal