Leonel Manhique é dos poucos jovens treinadores moçambicanos de basquetebol que, nos últimos tempos, vem conquistando notoriedade, tanto a nível nacional como continental. Nasceu no Língamo (Matola-A), município da Matola, província de Maputo, a 22 de Abril de 1983.

É o treinador que conquistou o troféu africano de básquete feminino pelo Ferroviário de Maputo. Eis o Rosto que domingo apresenta esta semana.

Viveu inúmeras dificuldades durante a infância, mas Leonel Manhique carrega, agora, muitos títulos nas costas. Dentre várias conquistas na sua carreira de treinador contam-se cinco títulos de campeão no “Basket Show” e Campeonato Nacional pelo Ferroviário de Maputo.

Nas selecções, ficou por duas vezes consecutivas no terceiro lugar na classificação geral dos africanos de sub-18, realizados no Egipto.

O seu apogeu foi a glória em 2018, quando o Ferroviário de Maputo, sob sua orientação, conquistou o “africano” de clubes em seniores femininos.

Como jogador conquistou o título de campeão em seniores masculinos e juvenis pelo Maxaquene.

 

O nosso Rosto confessa que a carreira de treinador nunca foi a sua ambição, o seu sonho era ser técnico informático.

Texto de ABIBO SELEMANE

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique