Em Foco

Camponeses recebem sementes de soja e girassol

Um total de 6800 camponeses das províncias da região centro, nomeadamente, Sofala, Manica e Zambézia, estão a receber, desde a última quinta-feira, sementes de soja e girassol para a presente campanha agrícola.

A acção é levada a cabo pelo Grupo Maeva, no âmbito da sua estratégia com vista a garantir matéria-prima por forma o reduzir os custos de importação.

A campanha vai beneficiar 1700 camponeses da província de Sofala, 2300 Zambézia, e o restante grupo é da província de Manica.

A administração daquela empresa produtora de óleo e sabão, tenciona nos próximos anos adquirir 65 por cento de matéria-prima internamente. Para o efeito, nesta campanha dispõe cerca de 10 toneladas de sementes híbridas.

Em simultâneo está em processo a abertura de machambas nos distritos de Monapo e Ribaué, província de Nampula.

O director executivo do Grupo Maeva, Daniel Mondlane, disse há dias que já houve encontro com os governos locais e estes estão a identificar os espaços onde a actividade pode ser desenvolvida.   

Actualmente, cerca de 75 por cento da sua matéria é importada, facto que preocupa os gestores . Para fazer face a esta situação foi acordado com os camponeses para passarem a produzir soja e girassol, para posterior venda ao Grupo Maeva .

O nosso entrevistado referiu que brevemente uma equipa daquela empresa vai escalar a província de Niassa onde pretende abrir outros campos de cultivo de soja e girassol até próximo ano, 2018.

“Neste momento estamos a trabalhar nas províncias de Maputo e Inhambane, para além daquelas três da região centro. Ainda não estamos satisfeitos, por isso estamos a monitorar a situação por forma a expandirmos a nossa actividade para a região norte. Acreditamos que estamos num bom caminho porque as informações que recebemos dão conta que há um plano de fomento de soja e girassol, apontou. 

Editorial

Pacto Polícia-povo
domingo, 13 agosto 2017, 00:00
O nosso país tem passado por diferentes conjunturas que embaraçam o sentido da paz. A guerra amortecida em 1992, através da assinatura dos Acordos de Paz, a 4 de Outubro, é... Leia Mais

Versão-Impressa


Opinião

Desporto

Nacional

Breves

Sociedade

Reportagem

Cultura

Em foco

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador