Política

    Desporto

      Nacional

        Sociedade

          Cultura

            Câmbio

            Moeda Compra Venda
            USD 59,96 61,15
            ZAR 4,17 4,25
            EUR 68,7 70,06

            19.10.201Banco de Moçambique

            Texto de Domingos Nhaúle
            This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
            O Presidente da República, Filipe Nyusi, instou os deputados da Assembleia da República e os moçambicanos, em geral, a não olvidar o papel do líder da Renamo, Afonso Dhlakama, na preservação da paz, fruto do diálogo que ambos vêm mantendo desde que assumiu os destinos do país em 2015 e de que resultou a trégua nas hostilidades militares que dura há um ano. Com este apelo, Filipe Nyusi conseguiu arrancar aplausos da bancada parlamentar da Renamo na Assembleia da República (AR).

            Com o efeito, Nyusi destaca-se como o pioneiro dos aplausos da oposição no caso concreto da Renamo, desde a implementação da democracia multipartidária e a entrada em funcionamento do Parlamento multipartidário em 1994, o que deixou boquiaberta a plateia constituída por convidados, entre eles, membros do corpo diplomático e líderes das confissões religiosas.   

            Discursando semana finda no Parlamento por ocasião do seu terceiro informe sobre o Estado Geral da Nação, o Chefe do Estado sublinhou que, a avaliar pelos últimos contactos ao mais alto nível e os avanços nas comissões de trabalho encarregues de discutir matérias relacionadas com o pacote legislativo, descentralização e questões militares, a paz efectiva e duradoira está para breve.

            Na ocasião, o Presidente da República fez questão de sublinhar que fazia uma radiografia da nação que se guiava pela verdade, sem demagogia, expondo as realizações sem tentar encobrir o que foi feito e o quanto falta por fazer. 

            Leia mais...