Get Adobe Flash player

O sistema de Poupança e Crédito Rotativo (PCR) ou Acomullating, Saving and Credit Associations (ASCA) é uma técnica económica que tanto pode funcionar no meio rural ou urbano, 

com bancos ou longe deles, desde que haja um pequeno grupo de indivíduos interessados em promover o seu desenvolvimento social e económico através de poupanças.

Para começar, é feita a eleição dos elementos que vão gerir a agremiação, nomeadamente um supervisor, dois caixas e dois conferentes que vão fazer os registos dos valores que entram e saem. Tais registos devem ser feitos em cadernos separados, havendo casos em que cada membro fica com um caderno para o seu registo particular, cujo conteúdo deve ser “aprovado” pelos conferentes, supervisor e caixas.

De seguida, e ainda na reunião constituinte, de forma democrática, todos decidem qual deve ser o valor de quota social permanente que deverá ser desembolsada obrigatoriamente por todos a cada encontro, fora das poupanças. Por outro lado, é definido o valor que deve ser cobrado como multa de atraso ou falta.   

No final de cada período de actividade (semana ou mês, dependendo do negócio ou actividade que os membros do grupo desenvolvem), a colectividade reúne para realizar a operação de poupança, sendo que em primeiro lugar é recolhido o valor da quota social e depois o que cada um pretende depositar

O passo seguinte é somar os valores que foram registados nos cadernos (em separado), anunciar o resultado e só depois contar o dinheiro propriamente dito e a soma do que consta nos cadernos deve ser igual ao que está em caixa. Só assim é que a parte referente à poupança encerra.

De seguida, os membros interessados podem solicitar créditos que devem ser restituídos num prazo de um, dois ou três meses (dependendo do acordo firmado pelo grupo) acrescido dos respectivos juros, que também são determinados pelo colectivo. 

Ao final de cada mês, estas operações se repetem obedecendo ao mesmo ritual, com os atrasados a serem multados, a quota social a ser paga obrigatoriamente, os depósitos a serem feitos em função dos rendimentos individuais e os créditos a serem concedidos mediante a capacidade de endividamento individual.

Ao final de 12 meses de PCR, o grupo reúne para o fecho do ciclo e cada um recebe o valor correspondente à poupança realizada ao longo do ano. Quem poupou mil meticais por mês, irá receber os seus 12 mil meticais acrescidos de juros, e por aí em diante, pelo que quanto maior é a poupança, maiores serão os ganhos.

Opinião

Nyusi: O FAROL

Parece-me – para não afirmar que o é – razoável o argumento avançado no jornal domingo por um articulista, o qual defende que, por força do contexto que o país está a viver, há necessidade de distinguir uma linha divisória de acção entre o Presidente da República e do Partido. Isto é, um cidadão a zelar pelos interesses superiores da nação, sem carregar nos ombros a responsabilidade de dar a cara pelo programa partidário. Efectivamente, o articulista alega que o Presidente, aliviado da carga de ser também o farol do Partido, terá mais tempo para discernir os melhores caminhos de gestão para a máquina burocrática do Governo.

Uma situação que merece ser investigada

Os números são elevados. Extremamente altos. Até parecem irreais. Mas, ao que tudo indica são verdadeiros. Quem os divulga é o jornal “Notícias” do passado dia 16 (página 3), que titula Vinte e três pessoas presas por roubo de viaturas. Logo a seguir, escreve o matutino que Vinte e três indivíduos pertencentes a 12 quadrilhas de malfeitores foram detidos nas últimas três semanas pelas autoridades policiais na cidade de Maputo indiciados de envolvimento no roubo de viaturas com recurso a armas de fogo.

Uma lição para Dhlakama aprender

A prisão de António Muchanga, por mais ruído que possa ter criado pela forma como esta ocorreu, todos concordam que a mesma peca por tardia. Em Moçambique existe um unanismo quanto à necessidade de uma musculação do estado de Direito, sempre que estão em causa valores que ferem a segurança do estado.

ESTAREMOS JÁ PERANTE OS SINAIS DO FIM DOS TEMPOS?

"E o irmão entregará à morte o seu próprio irmão, e o mesmo fará o pai a seu filho. E os filhos se rebelarão contra seus pais e os matarão”. Marcos 13:12

Tabelas de Preços

Pub

Taxas de Câmbio do Dia

Países Compra Venda
Estados Unidos 30,43 30,63
Àfrica do Sul 2,91 2,93
Swazilândia 2,91 2,93
Meticais por 1000 Unidades de Moeda
Malawi 75.14 75,63
Tanzânia 18,69 18,81
Zâmbia 5,87 5,91
Zimbabwe 80,50 81,03
Japão 297,84 399,79
Meticais por Unidades de Moeda
Canada 27,83 28,01
Dinamarca 5,62 5,66
Inglaterra 50,93 51,26
Noruega 5,10 5,13
Suécia 4,68 4,71
Suíça 34,43 34,66
União Europeia 41,98 42,26

Fonte: Banco de Moçambique

Classificados

  • Necrologia1.png
  • Necrologia2.png
  • Necrologia3.png
  • Necrologia4.png

Temos 82 visitantes ligados ao Jornal Domingo.

Pub