O Ministério da Cultura e Turismo pretende que a Feira Internacional do Turismo (FIKANI) passe a ser organizada e gerida pelo sector privado moçambicano tal como acontece com outras feiras similares realizadas a nível mundial para permitir que esta seja profissional e sustentável.

Assim, a VI edição que vai decorrer de 22 a 24 deste mês resultará de uma parceria entre o Governo e a Federação Moçambicana de Turismo e Hotelaria (FEMOTUR), que desembolsou cerca de 12 milhões de meticais para a concretização do evento.

Como resultado deste entendimento espera-se que haja redução de custos para o erário público, rentabilização do evento e, na vertente de negócios, pretende-se tornar a FIKANI numa feira comercial e mais agressiva na componente de marketing.

Seráa primeira vez que teremos este evento a ser suportado em quase 100 por cento pelo sector privado e a ser organizado numa perspectiva comercial. Queremos gradualmente avançar neste sentido e reafirmar o nosso compromisso e do sector privado de alcançar este objectivo”, disse Silva Dunduro, Ministro da Cultura e Turismo.

Leia mais...

Pub

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,96 61,15
ZAR 4,17 4,25
EUR 68,7 70,06

19.10.201Banco de Moçambique