A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) apresentou, há dias, na cidade de Maputo, a proposta de três figurinos do “Moçambola” do próximo ano, 2019, cujo objectivo é fazer face ao problema de exiguidade de fundos que aquela entidade tem enfrentado nos últimos anos para a realização da prova. Assim, no segundo modelo apresentado, o campeonato seria discutido em duas fases. Na primeira, as equipas seriam distribuídas em dois grupos de oito, cada.

O primeiro grupo seria composto por equipas das regiões Centro e Norte, com a excepção do Ferroviário da Beira, que completaria o segundo grupo, constituído por equipas da zona Sul.

De acordo com a proposta, a prova seria disputada num sistema de todos contra todos em duas voltas e apurar-se-iam os primeiros cinco classificados de cada grupo, para a fase seguinte, nacional. Esta fase também seria disputada num sistema de todos contra todos. No total, neste modelo seriam disputadas 32 jornadas.

Leia mais...