KWIRI: Meu nome é Roberto Chitsondzo

“Kwiri – Entre Encantos e Sortilégios”, livro e disco do compositor e intérprete Roberto Chitsondzo, vai ser lançado no dia 13 do mês em curso, pelas 18:00 horas, numa cerimónia pública a ter lugar no Auditório do edifício-sede do BCI. Ungulani Ba Ka Khosa, prefaciador da obra, fará a respectiva apresentação… e Chitsondzo, naturalmente, será obrigado a dedilhar!

 

São 230 páginas de uma história de vida que se multiplica de forma infinda. Mia Couto diz “Roberto é um cantor que não apenas nasceu em Moçambique. Moçambique está nascendo dele, do talento de alguém que nos canta a todos nós e que celebra os lugares e os nomes que temos sem que o soubéssemos antes”.

Em Kwiri, patenteado pela Khuzula Editores, temos a oportunidade de revisitar o percurso de um professor de educação física, deputado, entre outras facetas, que no final do dia se revelou um grande artista quer integrado na mítica banda Ghorwane, quer nas suas aparições a solo. Nesta obra, cozida a várias mãos, Chitsondzo revela-se na plenitude até quando revela que na sua infância sonhou um dia ser como Eusébio Tamele (Zeburane), pessoa que ele via sempre com uma guitarra a tiracolo.

Texto de Belmiro Adamugy
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
 
Pub