Inhambane respira cultura e turismo

Texto deFrederico Jamisse

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

- Fredson Bacar, director provincial de Cultura e Turismo

A província de Inhambane tem registado um crescimento assinalável do fluxo turístico doméstico e de estrangeiros, fruto das campanhas nacionais e internacionais que o Governo provincial tem estado a fazer, promovendo as praias, gastronomia, danças e música local.

A Timbila, que é Património Imaterial da  Humanidade, ganhou mais uma internacionalização ao ser oferta da, oficialmente, para constar no Museu de Instrumentos Musicais em Havana - Cuba. Festivais, parcerias, promoção da imagem provincial, assim como prémio internacional em INDABA, são alguns dos relatos feitos pelo director provincial de Cultura e Turismo de Inham-bane, Fredson Bacar, em ent-revista exclusiva concedida ao domingo.

Como foi o ano cultural em Inhambane?

O ano cultural foi positivo, tendo-se caracterizado por muitas realizações de impacto que contribuíram, sobremaneira, para a aproximação do artista às várias criações e desenvolvimento de actividades geradoras de renda com base no Património Cultural e Natural que a província se orgulha de ter. Das várias actividades realizadas, destacam-se a realização da 1.ª edição do Festival Provincial de Xigubo, onde par-ticiparam oito grupos culturais e 2200 espectadores, que culminou com a selecção dos gru-pos de xigubo de Funhalouro e Morrumbene para representarem a província na fase regional, que teve lugar em Gaza. De realçar que a “terra de boa gente” foi eleita para 2.ª edição da fase regional do Festival de Xigubo; realização da 23.ª edição do Festival M’saho, na vila municipal de Quissico, distrito de Zavala. 

Leia mais...

Pub