Bula-Bula é um tipo maningue fixe. Quando anda bate estiloe tem um sorriso a Don Juan.Deve ser por isso que as meninasderretem-se sempre que Bula-Bula se mete num casino onde, invariavelmente,saca a sorte grande. Asbeldades, de escultura esbelta e lábioscarnudos, sabendo disso, gravitam quenem pombos à volta da mexoeira. Ka kaka ka. Claro que é tempo de colheita.

Conversa fiada à parte, Bula-Bula que não dorme, qual notívago, ouviu,numa dessas noites de casino, quepor estas alturas do campeonato hágente generosa lá do Ocidente que temdólares, muitos dólares mesmo, paradoar.

Sim, fala-se de cerca de 14 milhões de verdinhas que uma das chancelarias entregou de bandeja a uma organização moçambicana da sociedade civil.

Objectivo? Simples: ajudar alguns a atingir a posição cimeira sem precisarem de ficar em bicos de pés, porque fartos de ver o comboio a passar.

Para o efeito valem também esquemas fraudulentos, do tipo os fins justificam os meios…

Leia mais...